Tudo pronto…

sexta-feira, 14 de março de 2014 | 17:13

Incrível como uma administração sem comprometimento reflete na população as tristezas de uma esperança longa. O governo federal, leia-se Presidente Dilma Roussef, começa a demostrar insegurança para dar respostas a população do nosso país. Alguns dirão. “Agora?”. Eu diria. “Faz tempo…”. Os índices que preocupam a nossa nação estão sendo divulgados diariamente causando a preocupação de especialistas. PIB – Produto Interno Bruto baixo, inflação galopante, falta de investimentos (já em Cuba a história é outra) e uma crise partidária que coloca os representantes do povo, deputados, sabatinando ministros como forma de pressão para ocupar mais espaço no governo. Já viu antes esse quadro? É sempre assim e o que mais me preocupa é justamente a falta de habilidade política que coloca o interesse individual em detrimento do coletivo. Para os céticos pode até ser difícil mudar este quadro. Mas tem que mudar! Os mais de 32 partidos políticos procuram espaço e aqueles que não conseguem se aliam em troca de participação nos governos. É sempre assim que acontece. A preocupação que tenho neste momento é que a nossa região sempre ficou na dependência de “lideranças” que mais discursam e menos agem. No governo do ex-presidente Lula foi criada a SEP – Secretaria Especial de Portos. Mudou, para melhor, alguma coisa? A Secretaria foi incapaz de alertar a Presidente que recursos para o Porto de Santos, por exemplo, são fundamentais. Cuba conseguiu. No Estado ficamos dependendo de uma atenção do Governador, que conhece muito nossa região, uma ação mais intensa na área da segurança. E olha que o secretário Grella, quando recebeu os vereadores do Guarujá, ficou preocupado com o relato dos edis. Novidade? E a nossa região metropolitana… Essa é mais uma novela. Estamos na porta da Copa de 2014, receberemos três seleções, Bósnia, México e Costa Rica, e com elas os turistas. Em nenhum momento ouvi sobre um plano metropolitano de turismo que agregasse segurança, serviços de hospedagem, city tour, agentes bilíngues, taxistas, ou seja, um roteiro para a Copa. Quero pensar que estou precipitado com todo esse planejamento. Será que ele existe? O que mais me impressiona é que a nossa região é um reflexo dos governos estadual e federal. Existem… só no papel.

0 comentário

Postado por
Categorias: Blog
Tags: , , , , ,

Nenhum comentário. Seja o primeiro!
Deixe uma resposta

Validar * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.