Lobo Viana e Oswaldo Cruz: problema recorrente

domingo, 22 de novembro de 2015 | 17:18

Foi publicada na edição deste domingo (22) do jornal A Tribuna matéria sobre um problema recorrente que atormenta os moradores do Boqueirão. Mesmo com casos de vandalismo, assaltos e até o assassinato de um jovem, em fevereiro, a baderna nas ruas Oswaldo Cruz, Lobo Viana e arredores continua. Faltam fiscais, sobram justificativas que acabam possibilitando uma nova baderna a cada final de semana. A situação ocorre há mais de um ano e meio.

Lei do Silêncio

Desde 2014 está em vigor a Lei do Silêncio, de autoria do Vereador Douglas Gonçalves, que proíbe o uso de aparelho de som em carros e estabelecimentos comerciais acima de 80 decibeis. O autor da lei afirma que se a lei fosse aplicada, a situação se resolveria.

“A Força Tarefa da Prefeitura fiscaliza das 20 às 22 horas, mas o problema dura a madrugada inteira”, afirma. Além dos moradores, Gonçalves diz que as festas na madrugada atrapalham o acesso ao Hospital Guilherme Álvaro, que fica na mesma rua. Para o vereador, o problema se repete em outros pontos da Cidade.

Leia a matéria na íntegra: http://www.atribuna.com.br/noticias/noticias-detalhe/santos/moradores-do-boqueirao-voltam-a-reclamar-de-bagunca-de-universitarios/?cHash=4e77427e22c71f67466060fc26b2521d

0 comentário

Postado por
Categorias: Mídia
Tags: , , ,

Nenhum comentário. Seja o primeiro!
Deixe uma resposta

Validar * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.