Diante de tantos trabalhos realizados pelo Vereador Douglas Gonçalves, um de seus empenhos é a conquista de Moradias nos Morros de Santos

domingo, 28 de agosto de 2016 | 21:40

A falta de moradias, infelizmente, ainda é um mal crônico em todo o País. E a Baixada Santista, incluindo a cidade de Santos, não está fora deste contexto Nacional. Há décadas, como jornalista, acompanho o sofrimento e a indignação de centenas de famílias que vivem à espera de uma oportunidade de ter um lar. Mas, o tempo passa e nada, ou quase nada, de fato, é feito pelos representantes dos poderes executivos municipais, estadual e federal.
Como vereador eleito pelo DEM-Santos, por exemplo, tenho, desde 2013, acompanhado mensalmente as reuniões realizadas por famílias que vivem em habitações precárias nos morros, na Zona Noroeste e na área continental de Santos. E sei o quanto a indignação dessas pessoas é crescente. Uma indignação contagiante e que nos mostra o descaso de nossas autoridades para com aqueles que pleiteiam um direito legal e reconhecido pela própria Constituição Federal. Nossa Carta Magna, aliás, é clara em seu texto ao definir a habitação como um bem e um direito para todos os cidadãos brasileiros.
Mas, lamentavelmente, não é o que temos visto nestas buscas incansáveis das centenas de famílias santistas por fazerem valer este direito, como já disse, legítimo. E é importante ressaltar que quando falamos em habitação para famílias que hoje vivem em situações de risco ou precárias, não estamos apenas cobrando uma casa. Estamos cobrando moradia e toda a estrutura necessária para quem ainda não tem, como muitos falam, “seu chão para viver em paz”.
Uma situação triste e que nos causa revolta, sobretudo por sabermos que, especificamente, uma Cidade como Santos já deveria ter erradicado a falta de moradias há muito tempo. Porém, cada vez mais, percebemos que nossos governantes têm se esmerado em garantir qualidade de vida para quem mora em áreas mais abastadas. Não há dúvidas de que estes moradores também têm os seus direitos, e que são sagrados. Mas todo homem público tem, por obrigação, estar voltado, com especial empenho, para os problemas sociais. E a falta de habitação digna para os mais carentes é um dos principais deles.
Fico grato por saber que meu trabalho em prol dessas famílias é reconhecido, como define o próprio líder e presidente da Associação dos Moradores dos Morros de Santos, Luís Cabeça. “Agradecemos o empenho do vereador Douglas Gonçalves, que tem estado continuamente ao lado dos mais carentes. O vereador agendou uma reunião com o Secretário de Estado da Habilitação, Rodrigo Garcia.Isso nos engrandece e torna nossa luta ainda mais forte”. Em resposta ao meu amigo Luís Cabeça, tenho a dizer que sim, agendei e cobrarei até porque ele é do Democratas. Eu estou e estarei sempre, como vereador, jornalista e cidadão consciente, engajado em campanhas tão importantes como a luta por moradias dignas.
Ainda, lembro que todo e qualquer movimento que tenha cunho social deve ser respeitado e abraçado. Afinal, não podemos mais assistir a tantas manifestações de indignação de famílias inteiras, que, em pleno século 21, ainda vivem à margem da sociedade, principalmente quanto a este bem tão necessário e fundamental que é o direito à habitação.

0 comentário

Postado por
Categorias: Comunicação, Mídia, Notícias

Nenhum comentário. Seja o primeiro!
Deixe uma resposta

Validar * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.