Hospital dos Estivadores: Lenda ou Realidade?

quinta-feira, 28 de julho de 2016 | 09:46

O anúncio de que o Governo do Estado destinará R$ 200 milhões para a construção de um hospital em Caraguatatuba, que será referência às cidades do Litoral Norte, chamou a atenção do vereador Douglas Gonçalves (DEM). Sabedor e defensor da necessidade de se ampliar e melhorar o serviço hospitalar no País, o vereador santista destaca que a obra anunciada é fundamental. Porém, ele observa que, enquanto aquela região será contemplada por obra tão importante, a Baixada Santista ainda se mantém aquém de iniciativas do tipo. Uma prova disso, é o atraso na entrega do Hospital dos Estivadores à população.“O Estado não é único? Por que diferença na atenção ao Litoral Norte e à Baixada Santista? Faltou habilidade por parte da administração santista para planejar que a entrega do Estivadores fosse com ele funcionando?”, questiona o vereador Douglas Gonçalves, lembrando da unidade que foi reformada, mas ainda segue com as portas fechadas. Membro da Comissão de Saúde que fiscaliza as obras do Hospital dos Estivadores e que recentemente foi a Brasília tentar aprovação de emendas parlamentares com deputados eleitos na Baixada Santista, o vereador lembra que o Estivadores teve investimento de R$ 55 milhões, enquanto a unidade do Litoral Norte está orçada, a princípio, em R$ 200 milhões numa parceria inédita com o BID – Banco Interamericano de Desenvolvimento. “O valor inicial da reforma do Hospital dos Estivadores era de R$ 25 milhões, passou por três aditamentos e chegou a R$ 55 milhões. E ainda não está atendendo. Aliás, a população passa diariamente na Avenida Conselheiro Nébias e vê o Estivadores fechado. Por isso, meu questionamento é: faltou gestão no trato do dinheiro público?”.
Em seu compromisso de fiscalizar, Douglas Gonçalves também tem se mantido atento à forma como é utilizado o dinheiro público. “Sempre fui às obras para fiscalizar. Foi assim com a UPA, com o Museu Pelé, com as Policlínicas. Esta é a função de um vereador, fiscalizar o Executivo. Afinal, o que o Executivo faz, é com dinheiro público. Por isso, não será diferente com o Estivadores, que continuarei acompanhando.

0 comentário

Postado por
Categorias: Comunicação, Mídia, Notícias

Nenhum comentário. Seja o primeiro!
Deixe uma resposta

Validar * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.