Petrobras-Santos não reduz produção do pré-sal apesar da crise

terça-feira, 24 de novembro de 2015 | 11:50

Apesar da crise econômica no País e a difícil situação da Petrobras, a unidade da estatal instalada em Santos planeja crescer no próximo ano. O Vereador Douglas Gonçalves (DEM) visitou o escritório de negócios na última segunda-feira (23) e obteve informações surpreendentes do gerente geral Oswaldo Kawakami.
As 12 plataformas em operação na Bacia de Santos, que empregam 1700 funcionários através das empresas terceirizadas, estão ligadas ao escritório de negócios, no bairro do Valongo. O projeto inicial de instalação da estatal era de 3 torres, no entanto, atualmente só existe uma torre em funcionamento; as outras duas deverão ser erguidas no ano de 2018. A operação lava-jato e a queda do preço do barril do petróleo acabaram reduzindo o valor de investimentos da empresa.
Douglas Gonçalves questionou ao gerente geral da Petrobras a possibilidade de a empresa colaborar com a retomada do programa Santos Novos Tempos. Segundo Kawakami, a possibilidade de provocar essa discussão junto à Prefeitura de Santos existe, porém não neste momento de crise econômica.
O parlamentar questionou ainda qual a contribuição da empresa para a Região Metropolitana da Baixada Santista com relação ao pré-sal, que há alguns anos gerou grande expectativa de alavancar a economia local. Oswaldo Kawakami esclareceu que os empregados da Petrobras são admitidos somente através de concurso público nacional. A contribuição acontece através das empresas terceirizadas, que acabam gerando muitos empregos para a população da região da Baixada Santista.
“Minha preocupação é justamente saber a colaboração da empresa para a cidade e região. Confesso que me surpreendi. Kawakami revela que o pré-sal não parou sua produção e a empresa planeja um crescimento de mais três plataformas para 2016”, relatou o vereador.
Outra novidade é o Centro de Tecnologia Baixada Santista, que deverá ser construído no próximo ano, fundamental para a qualificação dos profissionais da área do petróleo e gás, especialmente os engenheiros.

IMG_2589

IMG_2588

IMG_2586

IMG_2585

0 comentário

Postado por
Categorias: Notícias
Tags: , , , , , ,

Nenhum comentário. Seja o primeiro!
Deixe uma resposta

Validar * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.