Quadrilha faz família refém por cinco horas em São Vicente

sábado, 30 de setembro de 2017 | 15:29

Uma família foi feita refém, na madrugada deste sábado (30), em São Vicente, no litoral de São Paulo. Eles ficaram mais de cinco horas sob a mira da quadrilha. Após uma intensa negociação, a família foi libertada e os criminosos acabaram presos.

Mãe e filha foram abordadas por quatro homens quando estavam chegando em casa, na Vila Valença, em São Vicente. “Eles entraram com nós duas e eles perguntaram se tinha mais alguém. Eu falei que meu marido ia chegar umas 20h e eram umas 19h30. Eles ficaram com a gente lá dentro, esperando meu marido chegar”, conta a mulher.

Logo depois, o marido também foi feito refém. Os criminosos foram violentos com a família. Eles pediram dinheiro e um deles chegou a agredir o morador. “Eles foram muito agressivos, violentos, me fizeram ajoelhar no chão, colocaram a arma dentro da boca, amordaçaram minha filha e minha espoca, fizeram uma pressão psicológica, levando minha filha para o quarto, voltando. Pedindo para que fosse fazer o saque no caixa eletrônico e elas ficariam reféns dentro da casa”, disse ele.

WhatsApp Image 2017-09-30 at 11.54.11

Um dos criminosos pegou o morador e foi tentar retirar dinheiro em um caixa eletrônico do bairro. “Eu consegui fazer um saque de R$ 300. Quando eu fiz o saque e saí, o meliante estava no carro. Toda a vez que eu sai para tentar sacar ele ficava no carro falando com os comparsas por telefone, ameaçando fazer alguma coisa com elas”, conta a vítima.

Nessa hora, o morador avistou uma viatura da Polícia Militar. A equipe foi surpreendida pelo homem, que estava muito nervoso e, informou que havia sido rendido em sua residência, onde seus familiares foram feitos de reféns. Ele voltou ao carro, entregou os R$ 300 e logo em seguida, os policiais conseguiram deter o um indivíduo, que indagado confirmou o sequestro relâmpago.

Após prenderem o criminoso, do 2º BAEP – Batalhão de Ações Especiais de Polícia foram até a residência, na Vila Valença, e iniciaram as negociações com os criminosos que estavam dentro da casa, mantendo a mulher e a adolescente refém. Mais de 50 policiais militares participaram da ação. Policiais do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), também apoiaram a ocorrência.

Para deixar a casa, os criminosos fizeram algumas exigências como, por exemplo, a presença da imprensa e também de seus familiares. Depois de cinco horas nas mãos dos criminosos, mãe e filha foram libertadas. Logo em seguida, foi a vez dos bandidos se entregarem.

Os quatro envolvidos no crime foram levados para o 1º Distrito Policial de São Vicente, onde permaneceram à disposição da Justiça. Com eles, foram apreendidos dois revólveres, uma pistola e munições.

Segundo a Polícia Militar, um dos criminosos é Luiz Fernando Reis Nascimento. Ele é um dos suspeitos de participar da morte do policial militar George Luis de Brito Rangel Junior, no dia 13 de setembro, em frente a uma padaria. Luiz Fernando também era procurado da Justiça por ter participado do assassinato da mulher de um policial civil, que aconteceu em maio desse ano.

Fonte: G1

armas

0 comentário

Postado por
Categorias: Notícias

Nenhum comentário. Seja o primeiro!
Deixe uma resposta

Validar * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.