Sem reajuste, servidores de Santos podem entrar em greve

sábado, 18 de fevereiro de 2017 | 11:31

Os servidores estatutários de Santos, que ainda lutam por reajuste salarial neste mês, podem entrar em greve. A definição será tomada na próxima segunda-feira, durante assembleia convocada pelo Sindicato dos Servidores Estatutário (Sindest).

O sindicato fez na tarde de ontem um ato público na Praça Mauá, no Centro de Santos, precedido de manifestações e discursos inflamados contra o prefeito Paulo Alexandre Barbosa e a Administração Municipal.

Segundo o presidente do sindicato, Fábio Marcelo Pimentel, a diretoria do Sindest decidiu fazer, durante a manifestação, uma apresentação artística e circense, bem humorada, criticando a postura do prefeito em relação à campanha salarial deste ano.

Na segunda-feira, às 18h30, haverá assembleia para definir as próximas atividades do movimento. O sindicalista adianta que a diretoria fará proposta de greve, para a primeira ou segunda semana de março, além de nova manifestação na praça.

Fábio reclama que a prefeitura está intransigente e que isso prejudica, além da categoria, o comércio e a população. O presidente do Sindest foi enfático: “ o povo precisa saber que, se isso acontecer, a culpa não será nossa, mas sim da falta de respeito da prefeitura com o servidor”.

“Até agora”, reclama o sindicalista, “o prefeito sequer aceitou negociar, apesar da data-base de 1º de fevereiro já ter passado. Os salários do mês, portanto, não terão aumento. Nem sequer a correção inflacionária ele propõe”.

Fábio garante que a prefeitura “tem recursos para repor as perdas inflacionárias da categoria e conceder um aumento real. O orçamento municipal para 2017 é de R$ 2 bilhões e 800 milhões. Só não o faz porque não quer”.

Fonte: Diário do Litoral

0 comentário

Postado por
Categorias: Notícias

Nenhum comentário. Seja o primeiro!
Deixe uma resposta

Validar * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.